Amy Winehouse, cantora inglesa de 23 anos, é reconhecida tanto pelo vozeirão (que é proporcional á sua beleza, sim!!!eu acho ela maravilhosa!!!!)quanto pelas brigas e por seu envolvimento com álcool e drogas. A própria moça diz não ser flor que se cheire em seu novo álbum, Back to Black. Uma das faixas se chama You Know I’m no Good, e essa temática “menina má” está em todo o disco.
Em “My Tears Dry on Their Own” e “Wake Up Alone” ela enumera as tristezas de quem vive um frustrado relacionamento aberto. Nessa última: “Tà tudo certo/ Me ocupo durante o dia/ Compromissada com o amor/ Não preciso/ Me preocupar onde ele está/ Cansei de chorar/ Ultimamente quando me pego assim/ Eu viro o jogo/ Fico de pé/ Limpo a casa/ Pelo menos não estou bebendo“. São estrofes que dão o tom das composições que poderiam muito bem ter saído de um álbum de Aretha Franklin nos anos 1960.Até a qualidade de gravação lembra essa época. Para fazer um link com o que se espera do pop atual, até o visual dela (lembrando uma diva na capa do primeiro disco) sofreu uma repaginada, com cabelos revoltos, aparência mal-dormida e algumas tatuagens à mostra.

Quem quiser dar uma sacada no som de Amy antes de comprar ou baixar o CD, dá uma passada por aqui.

Indico Rehab com o volume no talo!!!!ahhhh…e bom som!!!!

Anúncios