O problema de se estar sozinha nem é exatamente a falta de uma pessoa para preencher uma lacuna. A questão vem do excesso de mim e do tempo ilimitado para concentrar em quem sou eu. Às vezes me assusto com as minhas descobertas internas. É complicado se conhecer tão bem – principalmente em momentos que pedem uma loucurinha nada habitué –porque a gente acaba não tendo desculpa esfarrapada para nada. Tudo o que falamos e sentimos é essencialmente o que falamos e sentimos. E eu falo e sinto tudo com muita intensidade.Solteira ou assumindo o posto de namorada, sempre me mantive apaixonada. Só assim o foco se deslocava para fora de mim. Apaixonada, eu tinha chance de me surpreender comigo mesma, de tempos em tempos. E a cada romance fui percebendo meus limites, minhas amarguras, meus pontos fracos, as fronteiras de entrega ou não-entrega. Agora eu preciso mesmo é me desconhecer totalmente.

***

Vou ali vomitar minha frustração profissional e já volto. E nem passe perto: não vou desviar se respingar em você.

***

Em algum momento, essa bosta vai ter que mudar.

***

Eu tenho algumas atitudes viciadas que não vou perder tão fácil.Ir no shopping e passar numa livraria antes de entrar no cinema, pode ter uma porrada de lojinhas no maior estilo”Fantástica Fábrica de Chocolate” que eu vou direto nas Americanas pra comprar qualquer coisa pra comer.

***

Delay de vinte e quatro horas, e só agora meu corpo descobriu que o fim de semana acabou.

***

Eu costumava ter uma voz mais sexy e sensual pelo telefone.

***

Citação. “E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam. Aprende que, não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você junte seus cacos”. (Shakespeare)

Snow Patrol (Grey’s Anatomy) com trechos da série…linda música, lindo vídeo!!!!

Anúncios