Desde criança cultivo certa antipatia por frases exclamativas. Soam falsas. Ou talvez seja falsa a maioria das minhas frases exclamativas. Prefiro dizer a escrever as coisas que exulto Mas, quando só tenho à mão uma caneta, e nada a dizer a um interlocutor que não existe, escolho no teclado Shift + número 1 = a esse sinal gráfico esquisito. É, para chamar a atenção.

***
Acordei me sentindo um papelão molhado na chuva. Demora pra secar e nunca mais será a mesma coisa. Se puxar, rasga. O jeito é deixar quieto e esperar a ação do sol.

Enquanto isso, serão dias de inutilidade até aparecerem as bolhas, as rugas e o cheiro de gaveta com cheiro de mofo. E na boca gosto de geladeira.

Já comecei a inchar, daqui a pouco começo a murchar.

***
Ouço muita música nesses dias para efervescer o tédio, repetidas e incessantes.

The Sounds – Tony The Beat (Push It)

Anúncios