“Nunca acreditei no diabo…apenas em pessoas seduzidas pelo mal.”

***
Falei que estava planejando ir embora. Lavínia gritou do chuveiro:
O que você disse?
Entrei no banheiro e puxei a cortina de plástico. Ela ensaboava o corpo.
Tô pensando em ir embora daqui.
Pra onde?
Não sei ainda. Talvez eu volte para São Paulo.
Lavínia passou o sabonete entre as pernas, levantou um monte de espuma. E sonho.
O que foi, bateu saudade de casa?
Não posso ficar aqui pra sempre, tenho que dar um jeito na minha vida.
Ela guiou o jato do chuveirinho para o púbis. Desfez a espuma, não o sonho.

***
Se eu pudesse viveria viajando …como o Che em Diários de Motocicleta….como Jack Kerouac em on the Road…

***
Depois que a banda começou a pegar firme eu estou escutando muita coisa…meu último achado foi Madeleine Peyroux…peguei a dica de um amigo…acho que posso chamá-lo assim, já que o que ele escreve me conforta….

***
Um computador está nos meus planos de emergência…rsrsrsrs…eu quero assistir séries, escutar álbuns e um computador vai me ajudar muito!!!!!!

“Queremos o que não podemos ter (…). É normal, saudável. O que diferencia uma pessoa da outra, é o quanto cada um quer o que não pode ter. Nossa ração de poeira das estrelas”.

Anúncios