Na coluna do Marcelo Rubens Paiva do jornal O Estado ele fala dos tipos que invejamos…os solitários…

Pois ele é um ser que se basta que aparentemente não se importa com silêncio ou escuro. É prático. Não costuma expor intimidades, vontades, portanto, nunca saberemos se lele não se mporta de estar quase sempre só, nem se é feliz em ser solitário.Sabemos que viaja sozinho, mas não temos certeza, já que não há registro em álbuns ou fotologs.Se o seu desejo não é se comunicar busca desejos e línguas desconhecidas.
Á manhã, o solitário encosta no balcão da padaria. Uma média com pão na chapa. Só. Apenas diz bomdia para o balconista, que o atende há anos. Sorrirapidamente e se concentra no jornal, que compra na banca, não assina. Porque solitário com pra as publicações na banca.Não joga jogos que não solitários jogam pelo computador.Nem entra em salas de bate-papos. Poruqe ele não é carente, apenas solitário. Na padaria, ninguém sabe onde mora. Muito menos seu nome. Apesar de, todas as manhãs, há anos, o solitário estar no mesmo canto do balcão.
O solitário vai para o trabalho de metrô. De táxi, teria de conversar com o motorista. De ônibus, com o cobrador. Ele foca em pé, no canto do trem, para não ter de se sentar com alguém que possa puxar assunto. Um solitário não sabe conversar espontaneamente. Antes de um encontro, ele planeja o que vai dize, as frases que vai usar, as opiniões que vai emitir.Frases cujo único intuito é deixar mais breve o diálogo, já que um solitário não é de muita conversa.
A maioria do escritório pensa que o solitário é gay. Ou melhor, é um gay que nunca saiu do armário. Porque nunca o viram com nenhuma mulher. mas também nunca o viram com ninguém. E gays costumam ser sociáveis e festivos.
O solitário é muito eficiente no trabalho. Almoça sozinho em restaurantes. E nem abre um livro para disfarçar. Almoça sozinho olhando para o vazio. E nem se importa em esconder que é, sim senhor, um solitário.
Solitários têm amigos mas nunca telefonam. Eles vão a festas. Não dançam.
Os carentes precisam trocar e-mails e torpedos com dúzias de amigos, têm mais de 200 nomes no MSN, mas de 500 amigos no Orkut (são daqueles que não só aceitam todos os que se convidam, como convidam desconhecidos).
Uma curiosidade o solitário desperta: se é um indivíduo que inveja os não solitários.

***
É por isso que amamos House.

Anúncios