Por causa do comentário da Cidália no meu fotolog e fazendo Ctrl+C e Ctrl+V denovo, eu dei uma pesquisada sobre o tal baralho erótico que ela falou…ou você achava que Tarô eram só aquela figuras meio quadradas do Tarô de Marselha, o excesso de amarelo do Tarô de Rider-Waite ou a viagem LSD do Tarô de Thoth (do tio Aleister Crowley, claro).

Não, meus amigos: para os safados místicos de plantão, existem SIM várias opções de baralhos de tarô altamente eróticos (para não dizer pornográficos da pior espécie). Claro, não recomendo usá-los para ler para aquela tia puritana (se é que ela aceitaria uma leitura que não fosse da Bíblia)…

Mas qual escolher? Aviso, a variedade é grande. Existem alguns divertidamente sem vergonhas, como o Tarot of Casanova, e outros absurdamente explícitos, tal qual o Tarot Erotica. Tem para todos os gostos…muitos baralhos se concentram em mostrar cenas de genitais – e por favor povo, sexo não se faz só com a genitália. Acho que isso tira um pouco a parte ‘humana’ do tarô, e no final acaba ficando cansativo e sempre a mesma coisa. É o que acontece com o Tarocco Erotico Dei Giardini Di Priapo (algo como ‘Tarô Erótico do Jardim do Pênis’). Depois da milésima figura de mulheres totalmentes depiladas, sempre com a mesma expressão e o mesmo corpo (muda só o cabelo), e cercadas de opções de ‘apetrechos penetratórios’ (e aí se encaixam algumas figuras masculinas que disputam lugar com cavalos, bastões, moedas gigantes entre outros), o baralho vai perdendo a graça. As cenas não são divertidas, nem diferentes e nem criativas. No final você é incapaz de diferenciar uma carta da outra, exceto talvez pelo naipe.

Então, se estes que exageram não são legais, quais são as opções? Ora meu caro (a) sex-ocultista, temos várias outras opções. O Manara: The Erotic Tarot (isso aí, feito pelo Milo Manara himself!) não o decepcionará com a falta de cenas calientes e explícitas, mas terá o mínimo de criatividade e arte necessários para que o brinquedo vá além de vaginas sem cara e pênis (e bastões, e espadas e…) gigantes. Outro recomendado e já mencionado é o Tarot of Casanova. Elegante, com cenas de sexo em plena Veneza do século XVIII. As imagens são muito bem desenhadas (mas nem todas as cartas contém cenas pornográficas, já aviso).

Se você quer algo um pouquinho mais além, mas não no nível de exagero do ‘Jardim do Pênis’ ou do ‘Tarot Erotica’, há o Decameron Tarot. Esse sim, pode ser bem usado para a brincadeira da qual falei antes, visto que as cartas apresentam váááárias possibilidades de posições sexuais.

Se você queria se iniciar em alguns mistérios ocultos, mas desistiu porque os achava muito ‘certinhos’, eis aí a sua oportunidade de mudar de idéia. Leia para os seus amigos que estão na seca, para as amigas em busca do ponto G da existência e…até mesmo para a tia puritana lá, quem sabe ela também decide ‘mudar de idéia’, né?

Anúncios