Eu nasci na Ri-Happy e dever ser por isso que trago dentro de mim essa síndrome de Peter Pan. Tá. Não é sempre que passo uma tarde jogando videogame, mas que faz um tempo que eu não faço isso, ah…faz. E quando acontece, é uma terapia.
E ainda fiz birra hoje ao levar um amigo na rodoviária. Um grande amigo, que saudade das palavras que eu nunca lhe disse. Mas quem sabe um dia. E esse ano já começou foda, mas a coisa mais inteligente que tenho feito ultimamente é ignorar…
***
Os labirintos têm saídas, o amor, não.

Anúncios