Sabe aqueles comercias loucos que a MTV tem? Cada um interpreta de uma maneira. No site da Folha você encontra uma propaganda parecida que pra mim foi um sinal…

***
Estou muito cansada e viver nessa cidade não contribui muito. Ontem eu voltava do trabalho e peguei trânsito na Campanela – dá para acreditar? Trânsito, violência, corrupção, mal-humor generalizado (sério, devem estar colocando alguma coisa na água dessa cidade! tá todo mundo mal humorado!), tudo isso e mais um pouco vão se acumulando em nós, se transformando num peso que carregamos nas costas, dia após dia. Não há como não se cansar.
Eu preciso urgentemente da fórmula do descanso. E não é aquele falso descanso de férias não. Eu NUNCA descansei nas poucas férias que tirei na vida.
Eu preciso de uma fórmula que faça minha mente descansar porque o corpo, bem… o corpo sempre acaba mandando os seus sinais e, mais cedo ou mais tarde, ele te bota de molho, mesmo que seja à força.
Eu quero um descanso pra minha mente.

***
Tantas, mas tantas vezes eu me pergunto: “por que raios a gente é assim?”. Quando eu falo “a gente”, não me refiro apenas a nós, eu e você que me lê agora, quero dizer todo mundo. Por que é que a gente precisa tanto se afirmar? Dizer que pode, que consegue, que é fodão, que é bom profissional, bom amante, que é corajoso, bom pai, boa mãe, que ganha bem, que é feliz, que “pega” quem bem desejar, que é insubstituível, imbatível, number one. É muito bom ser tudo isso, não me leve a mal, mas dizer o tempo todo me parece falso. E a questão acaba sendo “por que eu preciso desta afirmação?” ou “por que é tão importante para mim convencer o outro da minha excelência nisto ou naquilo?”. Não há regras que definam isso, claro. É apenas uma observação, por isso, prefiro dizer por estas músicas:

“Acho que eu fico mesmo diferente
Quando falo tudo o que penso realmente
Mostro a todo mundo que eu não sei quem sou
E uso as palavras de um perdedor

As brigas que ganhei
Nem um troféu
Como lembrança
Pra casa eu levei

As brigas que perdi
Estas sim
Eu nunca esqueci”
***
“Eu que já não quero mais ser um vencedor,
levo a vida devagar pra não faltar amor…

Eu que nunca fui assim
muito de ganhar,
junto às mãos ao meu redor
Faço o melhor que sou capaz
só pra viver em paz.”

Anúncios